EXPORTAÇÃO – México renova cotas de importação de carne de frango – Piscishow&Avisuleite EXPORTAÇÃO – México renova cotas de importação de carne de frango – Piscishow&Avisuleite

Avicultura

EXPORTAÇÃO – México renova cotas de importação de carne de frango

Publicado em 27/12/2017

*Da Ascom/ABPA

A carne de frango brasileira é bem apreciada no México (Foto: Antônio Oliveira/Cerrado Rural Agronegócios)

A carne de frango brasileira é bem apreciada no México (Foto: Antônio Oliveira/Cerrado Rural Agronegócios)

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), informa que foi publicada nesta terça-feira, 26, no Diário Oficial Mexicano, a renovação das cotas de importação de carne de aves para aquele destino.

A cota para importação de carne de frango havia sido deferida em 16 de maio de 2013 e agora foi renovada até dezembro de 2019, mantendo as mesmas características da originalmente publicada e no montante residual do que foi até aqui utilizado, volume superior a 100.000 toneladas.

Conforme o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, além de confirmar o fluxo de negócios já consolidado entre Brasil e México, há expectativa de que novos fluxos de exportações se construam a partir da renovação das cotas.

– A renovação das cotas de importação de carne de frango pelo México reforça a parceria estabelecida entre os dois países e confirma a confiança da população mexicana na qualidade da carne de frango brasileira – explica Francisco Turra.

Sobre a ABPA 

A ABPA é a representação político-institucional da avicultura e da suinocultura do Brasil. Congrega mais de 140 empresas e entidades dos vários elos da avicultura e da suinocultura do Brasil, responsáveis por uma pauta exportadora superior a US$ 8 bilhões.

Sob a tutela da ABPA está a gestão, em parceria com a Apex-Brasil, das três marcas setoriais das exportações brasileiras de aves, ovos e suínos: a Brazilian Chicken, Brazilian Egg e Brazilian Pork.

Por meio de suas marcas setoriais, a ABPA promove ações especiais em mercados-alvo e divulga os diferenciais dos produtos avícolas e suinícolas do Brasil – como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção – e fomenta novos negócios para a cadeia exportadora de ovos e de carne de frangos e de suínos.

Com edição de Cerrado Rural Agronegócios

Relacionados

Veja Tambem