segunda, dezembro 10, 2018

PISCISHOW,  Embrapa estará presente, aliando conhecimento às necessidades do setor produtivo – Piscishow&Avisuleite PISCISHOW,  Embrapa estará presente, aliando conhecimento às necessidades do setor produtivo – Piscishow&Avisuleite

Artigos Técnicos

PISCISHOW, Embrapa estará presente, aliando conhecimento às necessidades do setor produtivo

Publicado em 04/07/2017

PISCISHOW,  Embrapa estará presente, aliando conhecimento às necessidades do setor produtivo

Por Carlos Magno*

Carlos Magno, chefe-geral da Embrapa Pesca e Aquicultura (Foto: Ascom/Emrapa)

Caros participantes do Congresso e Feira de Tecnologia para Pesca e Aquicultura do Matopiba, o Piscishow. É com muita satisfação que a Embrapa Pesca e Aquicultura, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, responsável pelos trabalhos com essas temáticas em nível nacional, se mostrará presente no evento. Iremos colaborar com duas palestras e a participação em uma mesa redonda.

Um dos temas das palestras são os avanços tecnológicos no cultivo do pirarucu, espécie das mais promissoras para a aquicultura nacional, mas que ainda precisa avançar bastante em termos de conhecimento científico. É o que estamos fazendo, por meio de nossas pesquisas, e vamos mostrar durante o Piscishow. Outro tema nosso é a sanidade em cultivos de espécies nativas, área a que o produtor precisa estar sempre atento, pois doenças são fatores altamente limitantes na piscicultura. Nossos pesquisadores mostrarão resultados de nossas pesquisas nessas duas áreas e estarão abertos a questionamentos, perguntas e sugestões. É assim que deve caminhar a ciência: aliando o conhecimento técnico com as necessidades do setor produtivo.

Além das palestras, a Embrapa Pesca e Aquicultura estará no evento participando de mesa redonda que discutirá um tema fundamental para o setor no estado do Tocantins. Vamos debater sobre mitos e verdades a respeito de aspectos técnicos e biológicos da introdução de espécies consideradas exóticas na Bacia Amazônica. Juntamente com representantes do poder público e da iniciativa privada, abordaremos tecnicamente esses assuntos que costumam gerar polêmica, mas que precisam ser tratados de maneira isenta e baseada no conhecimento científico.

Dessa maneira, por meio de palestras e de participação na mesa redonda, acredito que estaremos dando nossa contribuição para o desenvolvimento da cadeia da piscicultura no Tocantins. É preciso avançar. Sempre com parcimônia, calcados no conhecimento científico e valorizando questões relacionadas à sustentabilidade, tanto ambiental, como social e econômica. É assim que a Embrapa vem trabalhando nas áreas de pesca e aquicultura no Tocantins e no Matopiba.

Sede da Embrapa Pesca e Aquicultura, aqui representada por sua maquete. A unidade, cujo prédio tem o formato de um peixe, foi inaugurada há quase 2 anos (Foto: Embrapa)

Creio que, ao socializarmos conhecimentos e prospectarmos demandas e necessidades reais do produtor, estaremos cumprindo nossa missão aqui na região. O Tocantins possui um enorme potencial para a piscicultura. Disso, todos já ouvimos falar bastante. A hora agora é de transformar esse potencial em realidade. Nossa ciência brasileira, através da Embrapa, está à disposição.

Um excelente evento a todos!

*É chefe-geral da Embrapa Pesca e Aquicultura (Tocantins)

**Artigo extraído da edição especial PISCISHOW/AVISUELEITE da revista Cerrado Rural Agronegócios, que circula a partir do próximo final de semana e durate os eventos.

Relacionados

Veja Tambem